Aprenda nesse artigo tudo sobre o Módulo Confere C100D100® e como ele pode te ajudar a garantir compliance na escrituração dos blocos C100 e D100 do SPED Fiscal.


Confira no artigo:

  1. O que é e para quê serve?

  2. Como funciona?

  3. Como usar?

  4. Abas disponíveis nos relatórios de resultado da conferência

  5. Conferência de Valor Total de ICMS Creditável


1. O que é e para quê serve?

O Módulo Confere C100D100® é uma solução que permite comparar chaves de acesso do seu SPED Fiscal com a base de NFes e CTes presentes no seu Arquivei.

Com ele você ganha facilidade para:

  • Saber se o que precisa ser apurado, está lançado e escriturado corretamente

  • Identificar DFes e informações que precisam de ajustes dentro do arquivo SPED

E evita consequências negativas, como:

  • Conferências manuais — trabalhosas e passives de erro

  • Atrasos nas entregas de obrigações

  • Entregas com informações incorretas

  • Penalidades fiscais


2. Como funciona?

Basicamente, o funcionamento do Módulo é baseado em três passos principais, onde o Módulo compara bases de arquivos e dados dos documentos fiscais, e depois te devolve os resultados automaticamente em relatórios do Excel.

1º passo: Comparação entre Bases

Primeiro, você importa o arquivo SPED na sua conta do Arquivei e Módulo, de acordo com a competência do SPED, faz uma comparação entre duas bases:

  1. Do seu SPED: para NFes do bloco C100 e CTes do bloco D100

  2. Do seu Arquivei: para NFes e CTes presentes na sua conta.

2º passo: Comparação entre Dados dos documentos fiscais

Depois o Módulo automaticamente confronta os seguintes dados principais das NFes e CTes no SPED e no Arquivei:

  1. Chaves de acesso — para cruzar os demais dados dos documentos como: datas de emissão, CNPJs, valores totais, impostos e outros.

  2. CFOPs — para identificar itens dos DFes que são passíveis de crédito de ICMS

3º passo: Relatórios Automáticos com Resultados

Como resultado da conferência, o Módulo gera um arquivo ZIP com dois relatórios em Excel, que ajudam a identificar DFes ausentes em uma das bases ou informações divergentes que precisam de atenção. Esse dois relatórios são:

Relatório de Convergências:

Retorna a relação de DFes presentes em ambas as bases.

Relatório de Divergências:

Retorna a relação de DFes comparados entre as duas bases e que estão ausentes em uma delas ou que apresentaram dados divergentes.

É considerado um período de 3 meses anteriores à competência do SPED para cobrir casos de possíveis notas de períodos passados ao do SPED.

Como Usar o Módulo Confere C100D100®

Para usar o Módulo e conferir seus arquivos SPED é super simples e você só precisa fazer esses passos:

1. Importe seu Arquivo SPED e gere o relatório:

Acesse o Módulo Confere C100D100®, arraste um ou mais arquivos SPED para dentro da região indicada e clique em Gerar Relatório.

São aceitos arquivos .sped e .txt, com tamanho máximo de 50 Mb por arquivo.

Assim que seu relatório estiver pronto, você será notificado no sino do canto superior direito do seu Arquivei, basta clicar na notificação:

Depois em Visualizar meus arquivos:

E então fazer o Download do arquivo .ZIP:

A partir desse passo, você já pode descompactar as planilhas de resultado para conferir os relatórios no Excel.

2. Confira no Excel os relatórios gerados:

A partir da importação do arquivo e comparação dos dados, o Módulo C100D100® disponibiliza dois relatórios com conteúdos diferentes para facilitar a conferência:

Relatório

Conteúdo do Relatório


Relatório de Divergência


Relação de DFes com dados divergentes entre o Arquivo SPED e o Arquivei, ou que não foram encontrados em um dos dois.


Relatório de Convergência


Relação de DFes presentes tanto no arquivo SPED quanto no Arquivei, contendo ou não divergências de dados.

Ambos os relatórios trazem informações parecidas, porém com conteúdos diferentes e detalhes do resultado organizados em 5 abas diferentes:

Abas

Presente no Relatório de Divergência

Presente no Relatório de Convergência

1. Resumo

2. Notas no SPED e no Arquivei





3. Notas apenas no SPED

4. Notas apenas no Arquivei





5. Chaves inválidas


Abas disponíveis nos relatórios de resultado da conferência:

1ª Aba: Resumo

Na aba de resumo você pode conferir informações gerais sobre a conferência que foi realizada, veja o exemplo:

2ª Aba: Notas no SPED e no Arquivei

Nessa aba você pode conferir em colunas os dados que foram comparados, o que torna possível filtrar apenas as notas que possuem divergências e conferir com facilidade quais itens do conteúdo estão com informações divergentes:

Os dados disponibilizados em colunas dessa aba são todos esses:

Chave de acesso, Tipo de documento, Possui divergências?, Data de emissão no SPED, Data de emissão no Arquivei, Número da nota no SPED, Número da nota no Arquivei, Série da nota no SPED, Série da nota no Arquivei, Valor total da nota no SPED, Valor total da nota no Arquivei, CNPJ Emitente no SPED, CNPJ Emitente no Arquivei, Razão Social do Emitente no Arquivei, CNPJ Destinatário no SPED, CNPJ Destinatário no Arquivei, CNPJ Tomador no SPED, CNPJ Tomador no Arquivei, Valor Total ICMS Creditável no SPED, Valor Total ICMS Creditável no Arquivei, Valor Total ICMS no Arquivei, Valor Total ICMS ST no SPED, Valor Total ICMS ST no Arquivei, Valor Total IPI no SPED, Valor Total IPI no Arquivei, Valor Total PIS no SPED, Valor Total PIS no Arquivei, Valor Total COFINS no SPED, Valor Total COFINS no Arquivei, Tipo de operação no SPED, Tipo de operação no Arquivei, Indicador do emitente no SPED, Indicador do emitente no Arquivei, Status no Arquivei, Dados adicionais no Arquivei

3ª Aba: Notas apenas no SPED

Essa aba traz uma lista das notas encontradas apenas no arquivo SPED — ou seja, que estavam no SPED, mas não foram encontradas no Arquivei.

Nela você pode identificar que notas são essas para conferir o motivo de não estarem no Arquivei.

Os dados disponibilizados nas colunas dessa aba são esses abaixo:

Chave de acesso, Tipo de documento, Data de Emissão, Número da nota, CNPJ Emitente, CNPJ Destinatário, CNPJ Tomador, Tipo da operação, Indicador do emitente e Valor total da nota;

4ª Aba: Notas apenas no Arquivei

Já essa aba, traz um resultado contrário ao da 3º aba, com uma lista de notas encontradas apenas no Arquivei — ou seja, que estavam no Arquivei, mas não foram encontradas no arquivo SPED.

Nela você também pode identificar as notas para entender o motivo de não terem sido lançadas no arquivo SPED.

Os dados disponibilizados nas colunas da aba são:

Chave de acesso, Tipo de documento, Data de Emissão, Número da nota, CNPJ Emitente, Razão Social do Emitente, CNPJ Destinatário, CNPJ Tomador, Tipo da operação, Indicador do emitente, Valor total da nota, Status no Arquivei, Dados adicionais no Arquivei

5ª Aba: Chaves inválidas

Essa aba permite conferir a lista de notas que estão com chaves inválidas — que são notas que não passaram em algum dos critérios de validação abaixo:

Critério de validação do Módulo

Erro exibido na coluna motivo

Dígito correto

Formatação inválida da chave.

Chave de acesso vazia

Chave de acesso inválida.

Diferente de 44 caracteres

Formatação inválida da chave. Número de caracteres não suportado.

Se é numérico

Formatação inválida da chave. Caracteres não suportados.

UF válida

Formatação inválida da chave. Código de estado inválido.

Mês válido

Formatação inválida da chave. Mês de emissão inválido.

CNPJ/CPF válido

Formatação inválida da chave. CNPJ/CPF inválido.

Modelo da nota: 55, 57, 67, 65, 59 (NFe, CTe, CTeOs, NFCe, CFeSAT)

Formatação inválida da chave. Modelo de DFe não suportado.

Tipo de emissão (>= 1 e <= 7)

Formatação inválida da chave. Tipo de emissão inválido.

Os dados disponibilizados nas colunas da aba são:

Localização (nome do arquivo), Motivo (da chave ser inválida), Chave de acesso, Número da nota, Data de Emissão, Valor total da nota


Conferência de Valor Total de ICMS Creditável

A conferência entre valores de ICMS creditável feita pelo Módulo C100D100® considera regras importantes para garantir precisão na identificação de divergências!

Para isso, o Módulo compara os Valores de ICMS das notas escrituradas no SPED com Valores de ICMS das notas no Arquivei, de acordo com o CFOP que foi lançado para cada item da nota dentro do bloco C170 — considerando se aquela operação é ou não passível de crédito de ICMS.

Assim, a conferência já considera tratativas comuns nos processos para lançamentos de notas de entrada, como a parametrização de CFOPs e alíquotas.

Portanto, o Módulo Confere C100D100® já confere o ICMS considerando o ponto de vista da sua empresa e não o ponto de vista do seu fornecedor que emitiu a nota.

Como isso funciona?

Primeiro o Módulo C100D100® confere se os CFOPs dos itens lançados no bloco C170 do SPED correspondem a códigos fiscais de operações destinadas para uso e consumo — são eles os CFOPs: 1556, 2556, 3556, 1407 ou 2407.

Caso o CFOP corresponda a uma operação de uso e consumo:

O valor de ICMS contido na nota presente no Arquivei será naturalmente divergente do valor de ICMS lançado no SPED e por isso aquele item será desconsiderado para o cálculo de divergências.

Essa tabela de exemplo pode ajudar a entender a lógica dessa conferência:

Item da nota no Arquivei

CFOP do item da nota

CFOP de Uso e Consumo?

ICMS Creditável no SPED

ICMS Creditável no Arquivei

ICMS divergente no SPED?

1

1556

R$ 0,00

R$ 1,00

2

2556

R$ 0,00

R$ 1,00

3

1102

R$ 0,00

R$ 1,00

4

2124

R$ 1,00

R$ 1,00


Divergência Total ICMS


👉


👉


👉


👉


1 divergência

Veja que o total de divergências apontadas na última linha foi igual a 1, já que as divergências dos itens 1 e 2 foram desconsideradas por eles terem CFOPs de operações para uso e consumo.

O único item que teve divergência apontada, foi o item 3! Porque ele possui um valor divergente entre o Arquivei e o SPED e seu CFOP não é de uso e consumo.

Caso o CFOP não corresponda a uma operação de uso e consumo:

O valor de ICMS contido na nota presente no Arquivei será considerado para o cálculo de divergências.

Nesse caso, se houver divergências entre o valor no SPED e o Valor no Arquivei, a divergência será apontada em dois lugares:

1. No valor da linha de Divergências no Total ICMS da aba Resumo:

2. Nas colunas de Valor Total ICMS Creditável da aba Notas no SPED e no Arquivei:


Caso você tenha alguma sugestão de melhoria para esse artigo, para o Módulo C100D100® ou queria tirar alguma dúvida, fique à vontade para conversar com um dos especialistas do nosso time de Sucesso do Cliente.

É só nos chamar no chat que está no canto direito da sua tela! 😊

Encontrou sua resposta?